Topo
Sindivestuário / Artigos publicado porSindivestuario
19 jul 2019

Hábito de alugar peças de vestuário por assinatura cresce no Brasil

Tudo se compartilha: filmes, apartamentos de temporada, músicas e carros. Em tempos de Netflix, Airbnb, Spotify e Uber, consumir um produto sem ter sua propriedade é uma das características de comportamento que mais refletem os humores do século XXI. Há, nessa tendência, uma novidade: o aluguel de roupas. Crescem, nos Estados Unidos e na Europa, e agora também no Brasil, as lojas físicas ou startups que oferecem peças finas mediante um pagamento mensal. O negócio nasceu em 2009, com a nova-iorquina Rent the Runway. Hoje,...
Continue lendo
19 jul 2019

Alterações do INMETRO

O Regulamento Técnico Mercosul sobre Etiquetagem de Produtos Têxteis sofreu alterações, conforme define a Portaria nº 296, publicada no Diário Oficial da União em 10/07/2019. O INMETRO estabeleceu exigências obrigatórias no Novo Regulamento, mas concedeu três prazos para que as empresas possam se adequar às novas disposições, a saber: 12 meses após a publicação da Portaria 296/19: os fabricantes nacionais e importadores deverão fabricar ou importar somente produtos têxteis em conformidade com o novo Regulamento;6 meses após o término do prazo acima...
Continue lendo
18 jul 2019

Como as fast fashion impactam no e-commerce de vestuário?

Com coleções trocadas com frequência e peças mais baratas, o mercado de fast fashion não para de crescer. De acordo com dados do relatório “The Fashion and Apparel Industry Report”, esse setor deve passar de US$ $481,2 bilhões em 2018 para uma projeção de US$ 712,9 bilhões em 2022. O poder de compra deve aumentar, assim como o número de consumidores em potencial, que pode passar de 1,2 bilhão em 2020, a maior parte deles nas faixas etárias de 16...
Continue lendo
16 jul 2019

Volume de Vendas SP/BR – Têxtil e Calçados – Mai/2019

Os dados da Pesquisa Mensal do Comércio, calculados pelo IBGE, são claros: o varejo não se recuperou ainda. Um dos meses do ano mais importantes para o setor de vestuário, têxteis e de calçados, mais uma vez, não trouxe alento. Em maio de 2019, no Brasil, o setor vendeu 0,6% menos do que no mesmo mês do ano anterior, considerando sempre a quantidade vendida. Vale lembrar, em 2018, o País assistiu, atônico, à greve dos caminhoneiros, iniciada em 21 de...
Continue lendo