Topo
Sindivestuário / Destaque
5 jan 2021

O Brasil e os impostos mais loucos do mundo

Feliz ano velho — pelo menos no manicômio tributário brasileiro. As expectativas de que o Governo Bolsonaro colocaria em prática o discurso liberal usado na campanha e aprovaria uma reforma tributária no Ano 1 da administração deram lugar à frustração de que nada aconteceu também no Ano 2 do Governo. Agora é esperar que algo aconteça este ano, já que 2022 será provavelmente dedicado à tentativa de reeleição. “Manicômio” parece apenas força de expressão, mas não é. O Brasil tem o sistema...
Continue lendo
18 dez 2020

E-book Etiqueta Certa

O SINDIVESTUÁRIO em parceria com a Etiqueta Certa envia o incluso e-book para todas as empresas associados. O manual trata de toda a tramitação da fiscalização procedida pelo Instituto de Pesos e Medidas – IPEM no seu comércio, fábrica ou centro de distribuição. Certamente, a sua leitura irá esclarecer muitas dúvidas, assim como, exercerá uma função preventiva. Este é mais um serviço do seu sindicato. ...
Continue lendo
14 dez 2020

Redução Alíquota IOF – Operações de Crédito

Foi publicada, na edição extra do Diário Oficial de 11 de dezembro, o *Decreto nº 10.572/2020, que altera o Decreto nº 6.306, de 14 de dezembro de 2007, que regulamenta o Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguro, ou relativas a Títulos ou Valores Mobiliários – IOF. O Decreto reduz a 0% as alíquotas de IOF incidentes nas operações de crédito contratadas no período de 15 a 31 de dezembro de 2020. Fonte: Planalto...
Continue lendo
3 dez 2020

Nova Portaria INMETRO – 03/dez

O INMETRO publicou no DOU de 30/11/2020, a Portaria nº 364, que altera os prazos de adequação ao Regulamento Técnico Mercosul contidos na Portaria 296/2019. Portanto, os produtos deverão estar devidamente adequado às novas regras, nas datas a seguir: - Comercialização por fabricantes e importadores até 10/07/2021; - Comercialização por distribuidores e varejistas até 10/01/2022. ...
Continue lendo
23 nov 2020

A relevância da indústria da beleza no Brasil

A decretação do estado de pandemia e o isolamento social produziram efeitos de ordem econômica, negocial e social em todos os setores da economia, e em especial, no setor da moda. Em razão do fechamento dos serviços considerados não essenciais, o setor da moda sofreu uma queda abrupta na venda de seus produtos. Segundo os dados da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (ABIT), em junho, o setor têxtil sofreu uma queda de 96% em suas encomendas. Todavia,...
Continue lendo