Topo
Sindivestuário / Dados Econômicos  / Produção Industrial (Volume) – Julho de 2018
13 set 2018

Produção Industrial (Volume) – Julho de 2018

O IBGE divulgou sua pesquisa, contendo as informações do mês de julho/2018, relativos à produção industria física (volume). Resumidamente, os sinais advindos do levantamento nacional são ambíguos. Enquanto a indústria de transformação registra números positivos, na maioria das formas de análise, o setor têxtil e de vestuário mostra-se envolto num sobe e desce claudicante.
Determinados setores industriais, como o automobilístico, têm conseguido resultados robustos, ainda que o País esteja diante de um cenário bastante incerto. Todavia, esse fenômeno não tem sido capaz de permear todo o tecido produtivo; sem trocadilhos.
Na indústria do vestuário, o mês de julho/18 contra junho/18 registrou alta de 1,6%, mesmo resultado da comparação frente ao mesmo mês do ano anterior. Contudo, no acumulado de janeiro até julho de 2018, perante idêntico período do ano passado, o vestuário contabiliza queda de 3,1%.
Um aspecto precisa ser ressaltado, no entanto: o efeito da valorização do dólar, que beira os 25% esse ano, sobre o mercado. A despeito dos números pouco animadores refletidos pelo IBGE, no que tange a indústria de vestuário, o recuo do ímpeto importador, sobretudo por conta da desvalorização do real, em 2018, não pode ser negligenciado.

No início deste ano, as importações de produtos acabados cresciam acima de 40%, quando comparadas ao ano de 2017. Esse ritmo agora é metade, com viés de queda. Sem dúvida algum alento para a indústria nacional de vestuário. Resta saber se essa importação mais contida será suficiente para reverter, até dezembro, o nível de produção que ainda está no campo negativo, no acumulado do ano.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta