Topo
Sindivestuário / Negócios  / Política (Page 2)
30 mar 2017

Presidente do Sindivestuário critica a reoneração da folha: “Medida é devastadora para o Setor de Vestuário

Como presidente do Sindivestuário, classifico o fim da desoneração da folha de pagamento, ou melhor, REONERAÇÃO, que o governo Federal implementou, como “uma medida devastadora para o setor produtivo do Vestuário”, justamente num momento em que o segmento dava seus primeiros sinais de recuperação”. Com o aumento de custos, não há dúvidas de que haverá um significativo aumento nas demissões do Setor de Vestuário, justamente por sermos um setor de mão de obra intensiva. No contexto geral é péssimo e praticamente coloca...
Continue lendo
14 mar 2017

Governador Geraldo Alckmin recebe lideranças do Setor Têxtil/Vestuário para tratar do aumento de competitividade no Estado de São Paulo

Dirigentes e especialistas do Sindivestuário e o Sinditêxtil foram recebidos pelo Governador, Geraldo Alckmin, nesta segunda-feira, dia 13 de março, no Palácio dos Bandeirantes, para discutir a competitividade do Estado de São Paulo, na produção têxtil e de vestuário. A reunião durou cerca de uma hora, tempo em que os representantes setoriais puderam expor uma série de situações vividas pelas empresas têxteis e de confecções paulistas nos últimos anos, que causaram uma perda significativa de empresas e, consequentemente, empregos em São...
Continue lendo
2 set 2015

Reoneração da folha de pagamento piora crise, dizem empresas

A aprovação no Senado do projeto de lei que reduz a desoneração da folha de pagamento gerou insatisfação entre os empresários afetados pela medida. "É uma barbaridade o nosso setor estar sendo castigado dessa forma", afirmou José Romeu Ferraz Neto, presidente do Sinduscon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado). Hoje, as empresas do setor pagam uma alíquota de 2% sobre o faturamento. Com a nova lei, essa taxação sobe para 4,5%.       "A construção civil já tinha uma das maiores alíquotas e...
Continue lendo
1 set 2015

Setor do Vestuário repudia sanção de veto à alíquota de 1,5% na folha de pagamento, pela presidente Dilma

É com indignação, e muita preocupação, que o Setor de Vestuário Brasileiro recebe a sanção da Presidente Dilma Rousseff, vetando a alíquota de 1,5% na desoneração da folha de pagamentos para as confecções de roupas, publicada no DOU, desta segunda-feira, dia 31/08. É largamente sabido que o vestuário brasileiro enfrenta, há anos, graves problemas com as importações, notadamente da China, devido a uma série de fatores, que vão desde as diferenças tarifárias a uma série de incentivos...
Continue lendo