Topo
Sindivestuário / Moda (Page 2)
27 set 2018

Jeans moldam-se ao consumidor

Apesar do impacto da tendência athleisure nas vendas de jeans, os números mais recentes mostram que a categoria está a crescer em valor, graças à capacidade de inovação e adaptação dos produtores, que procuram responder às novas necessidades dos consumidores. De acordo com o estudo “Spotlight on Jeans: Denim Bounces Back” do Euromonitor International, as vendas de jeans em valor registaram um crescimento de 3,4% entre 2012 e 2017, enquanto o vestuário de desporto teve um aumento de 6%, provando a...
Continue lendo
3 set 2018

Laços, rendas e bordados: a moda que já foi masculina e os homens querem de volta

Laços, rendas, folhos e estampados nem sempre foram símbolos de feminilidade. Durante 300 anos, estes elementos foram usados com orgulho e aprumo pelos homens, entretanto pilhados pelas mulheres. Agora, eles querem-nos de volta. Embarque nesta contagiante viagem por códigos femininos e masculinos e como a história nos mostra que andaram sempre a par e par. D. João V D. João V era considerado um dos homens mais bonitos da Europa. Um rei cobiçado não apenas pelas riquezas que ostentava sem pudores – todas elas...
Continue lendo
29 ago 2018

Salto alto: as curiosidades em torno da peça símbolo de feminilidade

Estamos entrando em mais um semestre repleto de novidades, diversidade, moda, arte e política: em setembro, começam os desfiles da temporada primavera/verão 2019. Ao mesmo tempo, lojas de todo o mundo recebem coleções de outono/inverno vistas nas passarelas ainda nos primeiros seis meses do ano. Entre mamilos expostos, tendências noventistas e, inclusive, o gótico romantizado, o que realmente dominou a última estação foram os tênis de luxo. Gosto da proposta e sou adepta de calçados baixos ou com salto médio. No entanto, amo um belo salto alto e acho os scarpins insubstituíveis. São sexy,...
Continue lendo
20 ago 2018

Bancos tiram terno e gravata para se aproximar dos clientes

rigidez do quarteto terno, gravata, tailleur e salto está fora de moda nos bancos. Tradicionalmente usado como forma de transmitir credibilidade, o vestuário conservador das agências tem dado lugar a roupas mais informais. Com o novo “dress code”, as instituições querem, além de motivar a equipe, deixar o cliente se sentir mais à vontade. Ao mesmo tempo, os bancos tentam responder à concorrência das novatas do setor, as chamadas fintechs, que apostam em tecnologia e estruturas mais enxutas para vender proximidade do...
Continue lendo