Topo
Sindivestuário / Matérias (Page 390)
9 dez 2008

Governo estuda novos adiamentos de tributos. Fiesp recoloca questão a Mantega

Governo estuda novos adiamentos de tributos - O Estado de S.Paulo - 09/12/2008O governo estuda a viabilidade de promover uma nova rodada de adiamento do recolhimento de tributos. O assunto foi colocado por empresários paulistas ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, na última sexta-feira, em reunião na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).Os empresários consideraram que o adiamento já concedido no início do mês passado foi positivo, mas insuficiente diante da dificuldade das empresas em obterem capital...
Continue lendo
9 dez 2008

Preços industriais ficam estáveis no atacado

Preços industriais ficam estáveis no atacado - Valor Econômico - 09/12/2008A conjunção de queda em preços de commodities, desvalorização do real menos intensa, desaceleração da demanda interna e necessidade de reduzir estoques fez com que a inflação medida pelo Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) encerrasse novembro abaixo do esperado pelo mercado. O índice, apurado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), apresentou alta de 0,07%, após inflação de 1,09% em outubro. A média das projeções apontava alta de 0,3%....
Continue lendo
9 dez 2008

Pesquisa mostra indústria de SP otimista, no Valor Econômico

Pesquisa mostra indústria de SP otimista - Valor Econômico - 09/12/2008O desempenho da indústria paulista em 2009 ainda é uma incógnita para os empresários. O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, prevê um primeiro trimestre com crescimento zero ou queda no Produto Interno Bruto (PIB). O vice-presidente da entidade e presidente da CSN, Benjamin Steinbruch, mais otimista, trabalha com expectativa de melhora no cenário internacional até fevereiro e retomada do crescimento na indústria...
Continue lendo
8 dez 2008

Na crise, reclamação trabalhista de terceirizados tem alta, diz estudo

Na crise, reclamação trabalhista de terceirizado tem alta, diz estudo - Guilherme Barros - Folha de S.Paulo - 08/12/2008Além da demissão de 1.300 funcionários, a Vale vai trocar 1.200 de seus terceirizados por funcionários da própria empresa. A Votorantim também já começou a cortar seus profissionais contratados por terceirização. Essa situação não atinge apenas as duas, e as reclamações trabalhistas na Justiça envolvendo terceirizados e empresas contratantes devem se agravar nos próximos meses.Os processos movidos por profissionais terceirizados contra as...
Continue lendo