Topo
Sindivestuário / Destaque  / Comércio Varejista – Vestuário, Tecidos e Calçados – Set/2018
19 nov 2018

Comércio Varejista – Vestuário, Tecidos e Calçados – Set/2018

A pesquisa do IBGE, de setembro de 2018, relativa ao Comércio Varejista de Tecidos, Vestuário e Calçados, trouxe alguma melhora frente ao mesmo mês de 2017, com alta de 1,2%, no âmbito nacional. Ainda do ponto de vista do País, o acumulado deste ano, entre janeiro e setembro, traz recuo de 3%, nas vendas do setor, no varejo. No que tange ao acumulado de 12 meses, encerrados em setembro, diante de igual período anterior, não há variação alguma. Isto é, quando se fala em estagnação no varejo brasileiro de tecidos, vestuário e calçados, não é exagero é, desafortunadamente: verdade estatística!

Os números de São Paulo trazem, via de regra, a mesma tônica. No mês de setembro, diante de igual mês de 2017, as vendas do varejo de tecidos, vestuário e calçados subiram 1,8%. Contudo, no acumulado do ano corrente (janeiro a setembro), as vendas caíram 5,3%. Com esse resultado, o acumulado de 12 meses – ainda positivo – ficou apenas 0,8%, acima do realizado em igual intervalo anterior.

 

Enfim, um varejo que reflete um pouco o desânimo que foi 2018. A acirrada disputa política teve reflexos importantes na economia e na decisão dos consumidores, consequentemente. O desemprego que se manteve por volta dos 12%, ao longo do ano, reduziu o ímpeto de comprar, por parte das famílias. Além disso, a alta de preços de bens e serviços essenciais drenou parte da renda que iria para a aquisição de roupas, por exemplo. Passado esse momento político mais acalorado, as expectativas são de retomada da atividade. A conferir, pois é de suma importância para a indústria.

 

MSc. Haroldo Silva – Membro do Corecon-SP
Nenhum comentário

Deixe uma resposta