Topo
Sindivestuário / Dados Econômicos  / Boletim mensal – Comércio Varejista – JUN/2019
19 ago 2019

Boletim mensal – Comércio Varejista – JUN/2019

Os dados do Comércio Varejista, divulgados pelo IBGE, revelam parte dos problemas que a economia e, por consequência, a indústria têm passado. Numa espécie de ciclo vicioso, o comércio não vende e a indústria não tem pedidos; ambos não contratam, nem mesmo investem. Claro que há exceções, mas são cada vez mais dignas desse substantivo.

No Brasil, as vendas de tecidos, vestuário e calçados, ficaram, em junho de 2019, 1,1% menores, quando comparadas ao mesmo mês de 2018. No acumulado do ano, o recuo foi de 0,4% e em 12 meses, 0,1% a menos do que em período anterior idêntico.

Do ponto de vista do Estado de São Paulo, o comércio de tecidos, vestuário e de calçados subiu 1,7%, diante do mês de junho de 2018. Contudo, caiu 0,8%, no acumulado do 1º semestre e recuou 1,2%, em 12 meses. Como se vê, ainda existem sinais contraditório, mas todos revelam dificuldades pelas quais a economia vem passando.

Muitos são os desafios e nem todos estão no raio de ação das autoridades brasileiras, como por exemplo, a nova dinâmica da “guerra comercial” entre os Estados Unidos e a China. Nessa mesma linha de temas internacionais que impactam a economia nacional, a Argentina também tem encontrado dificuldades em se recuperar, ainda que alinhada às políticas liberalizantes que ganharam novo impulso, mais recentemente, em várias partes do mundo.

Enquanto isso, o governo brasileiro tem focado sua política econômica em algumas medidas importantes, como naquelas que buscam trazer mais dinamismo para os negócios, reduzindo burocracia e na Reforma da Previdência. Todavia, essa agenda ainda não foi capaz de trazer ânimo aos consumidores, ou aos empresários. Enfim, metaforicamente, tanto indústrias como varejo, têm placas em suas portas cuja mensagem é: “precisa-se de vendas”.

MSc. Haroldo Silva – Membro do Corecon-SP

Nenhum comentário

Desculpe, os comentários estão encerrados.