Home / A Palavara do Vestuario / Presidente do Sindivestuário critica a reoneração da folha: “Medida é devastadora para o Setor de Vestuário

Presidente do Sindivestuário critica a reoneração da folha: “Medida é devastadora para o Setor de Vestuário

Como presidente do Sindivestuário, classifico o fim da desoneração da folha de pagamento, ou melhor, REONERAÇÃO, que o governo Federal implementou, como “uma medida devastadora para o setor produtivo do Vestuário”, justamente num momento em que o segmento dava seus primeiros sinais de recuperação”.

Com o aumento de custos, não há dúvidas de que haverá um significativo aumento nas demissões do Setor de Vestuário, justamente por sermos um setor de mão de obra intensiva.

No contexto geral é péssimo e praticamente coloca uma pá-de-cal na produção brasileira de roupas.

É um golpe fatal à atividade da indústria do vestuário brasileiro.

A indústria e o trabalhador é quem vão pagar pelo rombo do governo Federal.

 “É muito fácil aumentar impostos para corrigir seus próprios erros”.

Com a “REONERAÇÃO” o Setor de Vestuário perde ainda mais competitividade e cedemos mais espaço para as roupas importadas, principalmente da China.

E é para lá que vão os empregos que seriam gerados no Brasil neste segundo semestre.

Infelizmente veremos uma explosão de fechamento de confecções e mais trabalhadores desempregados.

O setor Têxtil e Vestuário Brasileiro é composto por 30 mil empresas; empregamos cerca de 1,7 milhão de trabalhadores diretos e mais de 6 milhões entre diretos e indiretos, dos quais 80% são mulheres, geralmente arrimo de família.

O inexplicável é que o Governo Federal não enxerga este setor como intensivo de mão de obra.

Neste diapasão nas próximas eleições os candidatos terão que vestir roupas chinesas.

 

Ronald Moris Masijah – Presidente do Sindivestuário

About Sindivestuário

Veja também

Sr. Empresário do Vestuário de São Paulo – Assembléia Patronal – Negociações Salariais – 2017

Os Sindicatos das Indústrias do Vestuário – SINDIVEST, SINDIROUPAS, SINDICAMISAS convocam os empresários de São Paulo e Osasco …

Leave a Reply