Home / Associados / Produção Física Industrial (Dezembro de 2016) – São Paulo x Brasil

Produção Física Industrial (Dezembro de 2016) – São Paulo x Brasil

Sem título

O IBGE acaba de divulgar os dados desagregados da indústria de transformação relativos ao mês de dezembro de 2016. Se observados exclusivamente os dados de dezembro/16, tanto a indústria têxtil como de vestuário poderiam respirar aliviadas, pois estariam saindo da forte crise que assolou o País nos últimos anos. Porém, isso não é verdade. Além da base de comparação ser muito fraca, pois 2015 foi um ano extremamente ruim para a indústria nacional de todos os segmentos, o resultado de dezembro/16 não foi capaz de reverter a forte recessão acumulada no ano todo.

No Brasil, a confecção de vestuário cresceu 23,4% em dezembro de 2016, frente ao mesmo mês do ano anterior. Em São Paulo, a mesma comparação resultou num aumento de apenas 6%, o que mostra que o Estado tem sofrido bem mais e a retomada ainda está atrelada não apenas à recuperação da economia nacional, mas a outros fatores como a Guerra Fiscal.

Por fim, é importante notar que, embora as notícias levem a alguma retomada da atividade, não é possível afiançar que ela seja perene. Porém, já é evidente que a indústria de São Paulo terá dificuldades ainda maiores para voltar aos níveis de produção de 2010, por exemplo.

About Sindivestuário

Veja também

Confecções poderão optar pela regra da desoneração da folha de pagamentos em 2018

Confecções poderão optar pela regra da desoneração da folha de pagamentos em 2018 O Sindivestuário …

Leave a Reply