Home / Associados / Descubra o que é fedora, item que faz parte do vestuário

Descubra o que é fedora, item que faz parte do vestuário

Para os que acompanham a novela das 19h da Rede Globo, Haja Coração , a palavra ‘fedora’ faz lembrar imediatamente da personagem de Tatá Werneck na trama. Mas o termo não só dá nome à ex-patricinha que abriu mão da vida luxuosa para viver com seu amado e trabalhar como feirante, como designa um item do guarda-roupa mais comum do que você pensa. Descubra a seguir:

Johnny Depp
Johnny Depp

A fedora
Fedora é o nome dado a um tipo de chapéu, geralmente feito em feltro, fabricado no mesmo formato do chapéu panamá, que é muito utilizado no verão e em locais de praia. Antigamente era usado exclusivamente por homens e, hoje em dia, também integra a moda feminina.

Origem
Embora seja incerto, acredita-se que o acessório tenha sido criado em meados dos anos 10. O sucesso do chapéu, no entanto, veio a partir dos anos 20, prolongando-se para as décadas seguintes.

Nome
Fedora é um nome feminino de origem russa – uma versão local paraTeodora -, que se popularizou com a peça teatral Fédora, de Victorien Sardou, e a consequente ópera homônima estrelada pela atriz francesa Sarah Bernhardt.
O chapéu também pode ser chamado de borsalino, nome de uma importante fábrica italiana de chapéus e acessórios masculinos que reivindica a criação do modelo.

Adeptos da fedora
Popular em filmes de Hollywood dos anos 40, a exemplo do personagem de Humphrey Bogart em Casablanca , a fedora também costumava marcar filmes de detetives e gângsters. Fora da ficção, o acessório era a marca registrada de mafiosos como Al Capone e Meyer Lansky e dos grandes artistas Charlie Chaplin e Frank Sinatra. Atualmente são muito utilizadas por nomes como Bruno Mars, Johnny Depp e Ne-Yo.

Fonte: PureTrend

About Sindivestuário

Veja também

Sr. Empresário do Vestuário de São Paulo – Assembléia Patronal – Negociações Salariais – 2017

Os Sindicatos das Indústrias do Vestuário – SINDIVEST, SINDIROUPAS, SINDICAMISAS convocam os empresários de São Paulo e Osasco …

Deixe uma resposta